19/10/2011

sem justificações


hoje o stor de filosofia disse para experimentar-mos não nos justificar durante 24 horas e comecei logo a pensar em mil coisas que adorava dizer sem ter de me justificar, uma delas é: eu ainda te amo.
durante meses justifiquei o porquê de te amar mesmo depois de todo o mal que me fizeste. mesmo depois de me mentires, traíres a minha confiança, depois de te afastares de mim e de teres desistido de nós. podia dizer que gosto de ti porque adoro o teu sorriso, as tuas virtudes e porque aprendi a amar os teus defeitos. também podia dizer que apesar de tudo, não esqueci nem uma vírgula da nossa história e que ainda tenho aquela maldita esperança dentro de mim. mas não precisava de todas essas justificações. todos os amo-te que que te disse foram reais, puros, sinceros e totalmente sentidos. acho que chegou a nem ser suficiente! mas agora tu apagaste tudo isso, todos os nossos pequenos momentinhos, as nossas conversas, as nossas juras de amor e os nossos planos para o futuro. dissemos todas aquelas coisas pirosas e fatelas que as pessoas dizem sem terem noção quando estão apaixonadas. mas, oh! tu não estavas apaixonado, esqueci-me desse pormenor. sendo assim, és piroso e fatela. mas eu continuo a nutrir o mesmo sentimento por ti. aquele que fazia o meu coração bater há um ano, que iluminava o meu rosto, que fazia os meus olhinhos brilharem e que me punha um sorriso de orelha a orelha na cara. fizeste-me mesmo muito feliz e são esses momentos que eu recordo, entre lágrimas. hoje, vou limitar-me a escrever aquilo que guardo cá dentro todos os dias quando te vejo: eu amo-te, sem perguntas, sem porquês, sem razão. amo-te e pronto.

13 comentários:

letícia ♥ disse...

compreendo-te bastante bem, minha querida*

aquele matty *bába*, apesar de ela ír ficar com o loiro zx

letícia ♥ disse...

é como eu, e por vezes parece que faz de prepóssito e ignora-me á força toda... ;s

sim, acho que sim. o matty não a merece !

Inês disse...

como eu te compreendo, sabes bem!
às vezes sinto-me tão inútil e sei que tenho de o esquecer, às vezes até sinto que já o esqueci, mas não :s
tenho tantos bons amigos, se se escolhesse de quem se gosta, eu era tão feliz, meu Deus!
por outras vezes, também tenho medo de dizer que se calhar já o esqueci, porque as pessoas (sempre o meu mal, pensar nos outros) aí dizem 'não estavas a sofrer', 'não gostaste dele', 'já tens outro', e chateio-me tanto :s

letícia ♥ disse...

pois é, prefiro que ele esteja perto de mim, do que longe.

letícia ♥ disse...

exactamente, gostava tanto de ter coragem para lhe dizer tudo o que vai no meu coração, mas não consigo.

- Andreia José disse...

obrigada , e força tu também *

- Andreia José disse...

De nadaa :| compreendo bem o que sentes

letícia ♥ disse...

tenho muito medo que as coisas se compliquem e depois olha :x

letícia ♥ disse...

tenho que pensar muito bem antes de fazer asneiras porque quero que ele perceba que tudo o que sinto por ele é algo quase inexplicável !

nini disse...

Percebo-te tão bem...

Relativamente ao teu comentário: e venha o frio que eu estou pronta para ele :)

carolina disse...

adoro, está lindo :)

inêsf. disse...

ADOREI O POST! e obrigada princesa *

SofiaSilva. disse...

está lindo!*
e mais uma vez te digo, amanhã ele vai-me ouvir!