22/10/2011

Está tudo a demoronar-se!

Aconteceu de novo. Estou a ser encarregue de tarefas que não me competem e custa. Sei que não sou criança, mas também não sou adulta. Só queria viver a minha adolescência como todos vocês. Mas é complicado quando chegamos a uma caixa e quando tiramos o cartão para pagar, o dinheiro não chega. Podia ter vergonha ou ficar embaraçada por dizer isto aqui tão abertamente, mas é a realidade do país em que vivemos. O orgulho que eu podia ter, há muito que já foi, por isso nada me custa a dizer. Levanto-me todos os dias para ir para escola enquanto que até bem tarde a minha mãe fica a trabalhar, e enquanto o meu pai anda por aí, a passear o fato e a gravata. Lamento imenso pai, mas perdi a fé em ti. Há já dois anos que andamos nesta corda bamba e não dá mais! A mãe está cansada, doente, farta e frustrada e isso afectou a nossa família. Sim, família! Aquela composta por uma mulher fantástica que fazia tudo por ti e por duas filhas que te admiravam imenso e que ansiavam que chegasses a casa para te contar qualquer coisa nova que tinham aprendido na escola. Aquela que tu, com as tuas falsas esperanças, ilusões e mentiras destruíste. Não percebes o quanto é difícil eu ter de fazer o meu trabalho e o teu. Neste momento sou o único apoio que a mãe tem para se manter de pé todos os dias. Não sabes o que custa chegar da escola e ter de limpar, fazer o jantar, passar a roupa e arrumar tudo (e ainda fazer os trabalhos de casa) para que quando a mãe chegue a casa depois de um enorme e cansativo dia de trabalho não tenha tanto com que se preocupar. Não entendes o que é levantar-me da cama a meio da noite para encostar a porta do quarto da minha irmã para ela não ouvir a mãe chorar e gritar contigo porque já não aguenta. Não sabes! Nem nunca vais saber! Ninguém sabe! Ninguém vai saber! Porque assim que saio de casa ponho a máscara da típica adolescente cujo único problema é um estúpido qualquer que não sente o mesmo por ela. E assim vivo. Mentindo, iludindo.. olha, aprendi contigo! Eu só queria que voltasse a ser como antes. Que nos ríssemos quando jantamos juntos, que saíssemos só os dois para ir ver o futebol, que fôssemos passear todos juntos ao domingo.. que fôssemos uma família. Mas tu não. Tu preferes iludir-te com empregos que não dão em nada, preferes passear-te por aí de fato armado eu doutor. Pois bem, digo-te já: desisto! Para mim, eu e tu, acabou. Esperei dois anos para que as coisas mudassem, mas vais de mal a pior. Tu e a mãe bem fingem, escondem, mas eu não sou criança. A Mafalda sim, ainda é pequena para entender certas coisas e eu faço de tudo para encobrir os teus erros para ela. Sim, porque ela ainda acredita em ti. Ela ainda espera que chegues a casa e conta-te coisinhas do dia dela. Não estragues isso. Podes fazer o que quiseres, mas não a faças perder a fé em ti como eu perdi.

É em momentos assim que os nossos amigos nos valem. Mas não a mim. Porque a pessoa que nunca me deixou, já o fez. Estive sempre lá eu. Para as cenas banais do "ele foi falar com outra" ou "ele chateou-se" mas quando eu estou com problema sério, por uma coisinha de nada, acabou. Por alguém que não se importa. Por uma conversa mal acabada. E eu, cá fico, sozinha como sempre. A aguentar tudo como se fosse de ferro. Mas vai haver o dia em que vêm ter comigo e eu não respondo mais. Porque eu estou a precisar de um abraço forte e ninguém mo dá. Durante toda a vossa história estive do teu lado, mas sabes que nunca apoiei isso. Mas como tua amiga, fiquei do teu lado. Mostrei-te que ele não te merecia várias vezes mas nunca acreditaste em mim. Abandonaste-me. Tudo bem, já me habituei a isto. Escolhes sempre mal e eu mostro-te sempre o melhor caminho. Tu vais na mesma pelo lado errado, magoas-te e depois vens ter comigo a dizer que eu estava certa. Enquanto que, pelo meio, acontecem coisas na minha vida das quais tu não sabes. Digo-te só isto: e se, um dia, quando voltares, eu já não estiver lá?

A vida é difícil para todos. Eu não sou excepção. Por isso, se pensam que o meu único problema é um rapaz que não gosta de mim, desenganem-se. A minha vida é muito mais complicada do que vocês imaginam.

33 comentários:

letícia ♥ disse...

minha querida, não imagino nem metade daquilo que estás a passar. mas de certeza que és uma MULHER muito forte (não és uma rapariga, és uma MULHER) de certeza que a tua mãe está bastante orgulhosa daquilo que a ajudas-te a "aguentar". sei que for vezes é dificil, ter de aguentar com tudo dentro do coração mas vai haver o dia em que tu vais dizer chega ! acho que esse dia está prestes a chegar e vais ver que as coisas se resolverão .

em relação á tua "amiga/o" isso não são amigos, são pessoas interesseiras que só querem a tua opinião quando elas estão com problemas, e quando és tu, não querem saber. tens que começar a escolher melhor as tuas amizades ! :x

espero que continues a ser forte como tens sido até agora, és um grande exemplo a seguir (:

E FORÇA !

c. disse...

deu-me uma vontade de te dar o abraço forte que aí pedes, sabes? dizer-te que vai tudo ficar bem, para não te preocupares. não, não te conheço e isto até te deve parecer meio estranho, mas queria que soubesses que houve alguém que sentiu vontade de te proteger, está bem?

beatrizpereira disse...

quase chorei com o teu texto, está tão triste e tão lindo ao mesmo tempo :c
estarei sempre cá , sabes bem , love you !

- paatý ॐ disse...

Bem, para te ser sincera nunca imaginei que tudo fosse tão dificil para ti e na tua vida.. não és nenhuma criança já mas tal e qual como dizes também não és adulta e sim um adolescente, merecias uma vida bem melhor e mais calma, todos merecemos não é verdade .. na verdade sei pelo que passas, em tempos já passei por algo parecido, e olha não duvides de que és forte, segundo o que li tens feito um papel incondicional na vida da tua irmã mais pequena e da tua mãe, podes estar magoada ou chateada com o teu pai, mas ele não deixa de ser teu pai e tu filha dele , e disse ele não se deve esquecer (...) só que claro, os adultos têm sempre uma ideia de que tudo está bem é a maneira deles e que eles conseguem (...) tal e qual como a tua mãe, mesmo que não diga orgulha-se de ti e ama-te como és e sabe o que te tens esforçado para estares sempre a seu lado a erguer tudo o que fica meio de pantanas ..

a amizade de que falas, mais cedo ou mais tarde acordará para a vida, mas não desanimes pelo menos fizes-te a tua parte mesmo que ela/e não tenha gostado da tua opinião deste-a e como verdadeira amiga mostras-te-lhe a realidade que até à dada ela nao viu.

Força querida :) (L)

letícia ♥ disse...

minha querida, não imagino mesmo aquilo que estás a passar, mas deve de ser bastante duro ! :s
em relação á tua amiga, achas mesmo que vale a pena continuares amiga dela ? mesmo ela sendo uma das tuas melhores amigas ? quando mais precisas ela deixou-te sozinha :s
pensa nisso, fofinha.
não estás sozinha, estarei sempre aqui, quando precisares (;

Inês disse...

por muito virtual que seja, tens o meu abraço agora e o meu apoio sempre que precisares!
as coisas não são fáceis, mas ninguém que está de fora sabe.
às vezes mais vale dizer que está tudo bem e ver as pessoas a acreditarem, do que demonstrar que está tudo mal e ver as pessoas a não se importarem!
até há algum tempo tinha muita gente à minha volta, mas ninguém sabia o que eu tinha, nem queria saber! muitos deles ainda são a minha companhia, mas já não conto com eles como contava... simplesmente dou-me muito bem com eles no dia-a-dia, não para desabafar, porque eles nem perguntam e se eu contar nem se importam!

isaferreira disse...

o primeiro texto , meu deus, juro-te que fiquei totalmente sem palavras . não sei mesmo que dizer, mas deixou-me com um aperto no peito porque eu dou um enorme valor à família , e sei que basta um erro em relação a ela, que posso até ter tudo , que passo a não ter nada. a família é sempre a nossa base , e essa tua amiga que te deixou , se fosse realmente tua amiga não te deixaria quando tu mais precisas . mas continua a lutar, só o fato de fazeres de tudo para protegeres a tua mãe e a tua irmã já mostra que tens um caractér incrivel . força*

SofiaSilva. disse...

não te abandonei, jamais.

beatrizpereira disse...

mas sinto que não foi o suficiente :s

c. disse...

quando o escrevi nem pensei se te ia fazer sentir melhor ou não, disse mesmo o que senti, sério. dá mesmo vontade de te dar um longo e forte abraço e proteger-te do mundo, de tudo! e não agradeças, eu não fiz nada ♥

Inês disse...

mas é que é mesmo!
eu, e ainda bem, nunca tive assim um grande problema, mas se elas não se importam com os pequenos, nem quero imaginar com os grandes...
de nada, sempre que precisares ♥

beatrizpereira disse...

me too <3

c. disse...

já disse para não agradeceres :b

isaferreira disse...

acredito que sim, mas tu ainda não a perdeste, ainda se vai a tempo de re-construir tudo *

letícia ♥ disse...

own, obrigada fofinha !
estarei aqui sempre, não te esqueças disso <3

alexandraa. disse...

nem sabes como eu te compreendo :x se precisares, podes contar comigo, percebo-te melhor do que os outros possam pensar, infelizmente :/

Ana Margarida disse...

Oh meu amor, até me deu vontade de chorar .. Ninguém sabe o quanto nós sofremos, não é? E depois, ainda existe um alguém que nos atira à cara que uma paixão não correspondida é apenas o nosso grande problema :x Sabes que estarei sempre aqui, mesmo não estando contigo. Muita força* Tu és grande e vais superar tudo isto!

angélica disse...

obrigado princesa :)

Soraia Loureiro disse...

gostei *

c. disse...

mas não precisas ahah xd

c. disse...

como estás? :c

c. disse...

espero que estejas mesmo..
deu? suponho que isso seja bom. :)

Inês disse...

oh princesa, de nada!
há coisas que doem tanto, mas tanto, mesmo sem atingirem :s
e há coisas que acontecem quando menos estamos à espera, e deixam-nos tão contentes!
só neste bocado, já vi as duas, em doses pequenas, nada comparado com o que tu tens a dizer, mas já vi!
obrigaaaaaaaaaaada (:

Inês disse...

como é que uma pessoa pode evitar iludir-se, sendo que é uma sonhadora e que faz de coisas mínimas aquilo que ela mais queria, coisas enormes, e transforma-as em esperanças?
(eu , a dramatizar tudo , mais uma vez.)

c. disse...

não fiz nada ♥

Inês disse...

aaaaaaaaaai , estou farta de me iludir com tudo e mais alguma coisa :|

c. disse...

quando precisares, já sabes ♥

Inês disse...

acredito que sim, obrigada mesmo!

letícia ♥ disse...

OBRIGADA MINHA QUERIDA ! *-*

letícia ♥ disse...

alguma coisa já sabes é só pedires o meu email <3

Ana Margarida disse...

Oh gosto tanto de ti :') e já sabes, estou aqui sempre, para tudo. Tudo mesmo

Inês disse...

digo-te o mesmo, princesa!

c. disse...

não sejas trenga, sim? não é para agradeceres ♥