16/06/2011

eu agora não quero ser tudo para ti, só quero ser alguma coisa

agora que o atordoamento e felicidade daquela tarde se foram dissipando, os pensamentos e as vozes começaram a voltar á minha mente. após todas as borboletas que estava a sentir o sorriso enorme que tinha na cara se terem ido embora, comecei a pensar. quando eu começo a matutar em algo, isso acaba sempre por acontecer e é por isso que hoje passei o dia a tentar ocupar-me para não pensar nisso, mas mesmo assim não consegui. havia sempre algo, uma música, uma palavra, uma imagem que me lembrava. porque por mais que digas que não, eu sei que sim. o que vocês tiveram não acaba assim do dia para a noite e se um dia sentires por mim um oitavo daquilo que sentiste (ou sentes) por ela, eu ficava mesmo feliz! a vossa história foi.. intensa, talvez, e sei que para ti não acabou. todo aquele tempo em que me falavas dela e eu ouvia, sempre sem dizer nem uma palavra, sofrendo contigo mas sofrendo de cada vez que dizias que precisavas dela e que a amavas. tentando esconder que por dentro começava a sentir-me cada vez pior á medida que o tempo passava. ontem, consegui esquecer tudo isto durante todas aquelas horas, mas agora tudo está a voltar á minha mente e eu não quero! juro que não queria "estragar" tudo isto por causa dos meus pensamentos, mas não consigo fechar os olhos sem pensar que naquele momento tu estás a pensar nela enquanto eu penso em ti! não consigo! desculpa, mas não sou assim tão forte para fingir que não me preocupo e que não morro por dentro cada vez que olhas para ela com aqueles olhos tristes mas desejosos. eu sei que me disseste que não pensavas nela quando estás comigo, mas é me muito difícil de acreditar. eu tentei, a sério que sim, a sério que tentei acreditar e fiz o maior dos esforços mas não consigo. a minha cabeça confia plenamente em ti o meu coração diz-me o contrário. para não acreditar, para desconfiar. tens de entender que já enganaram o pobre coitado demasiadas vezes e ele não se pode dar ao luxo a que volte a acontecer. primeiro, porque dói demasiado e segundo, porque ele realmente importa-se e gosta de ti. eu só quero voltar a ter aquele sorriso grande como tinha ontem e que todos estes pensamentos desapareçam, porque estas vozes na minha cabeça, as imagens de ti e dela a passarem na minha cabeça vezes e vezes sem conta estão a fazer o meu coração desesperar. de qualquer maneira, continues tu a amá-la ou não, eu gosto muito de ti e isso não vai mudar.

6 comentários:

mariana marques disse...

por vezes, os nossos pensamentos conseguem ser os nossos maiores inimigos. e por vezes, são eles que nos impedem de ser felizes... se gostas mesmo desse rapaz acho que deves continuar a lutar sempre por ele, até ao dia que vires que não dá mesmo mais, nesse dia pelo menos vais estar de consciência tranquila porque sabes que tentaste e nada mais havia a fazer. e às vezes as pessoas querem mesmo amar outras e tentam, mas não conseguem, tendem sempre para amar a pessoa errada, e é algo que o ser humano não consegue controlar, o amor.
o importante é nunca desistirmos dele, no dia em que realmente não houver nada a fazer: acabou. mas até lá há tantas coisas que podemos fazer, e o importante é ignorarmos os nossos pensamentos e seguirmos o nosso coração, se nos desiludirmos, paciência a vida continua, foi mais uma experiência de vida que serve para nos fazer crescer, o que nunca pode sair de nós é o sorriso. mesmo nos piores momentos leva sempre a vida com um sorriso, msm que nao haja nenhum motivo, pensa nas coisas que ainda tens de positivo na tua vida.

(obg por às vezes veres o meu blog e comentares xD)
beijinhos

Filipa Amaral disse...

gostei imenso do que escreves-te. ♥

inêsbolacha disse...

toca a todos pelos vistos :) obrigada por seguires! ah e já agora... adoro a descrição do blog! ;) tb sigo

Saraa disse...

Adorei (;
» segui
segue tambem .. se gostares: http://saraalima.blogspot.com/

mariana marques disse...

eu também era assim. pessimista e estava sempre a sofrer antecipadamente, aliás, ainda sofro antecipadamente, e sei que isso é estúpido porque o que tiver de acontecer, acontecerá, isso é algo que ao longo dos anos temos de tentar mudar. e mesmo que sejamos assim, o segredo é dar valor às mais pequeninas coisas, pois assim conseguimos ser felizes tão mais facilmente...
a única coisa que nunca nos pode abandonar, é o sorriso, e acredita, se sorrires para a vida, ela sorri-te bem mais facilmente. beijo*

Mafalda disse...

Está fantástico!