09/03/2011

ninguém morre virgem, a vida fode-nos a todos

a coisa mais injusta sobre a vida é a maneira como ela termina. acho que o verdadeiro ciclo da vida está todo de trás para a frente. nós não devíamos morrer primeiro, para nos livrarmos logo disso? depois então, vivíamos a nossa vidinha. filhos, casamento, faculdade, desilusões amorosas, muitos amigos, infância, até sermos bébés, até sermos um espermatozóide ! honestamente, saber que fui "o primeiro espermatozóide de entre centenas deles" não me alegra minimamente, sabem ? alegrava-me saber que não teria de chorar por perder as pessoas que amo. alegrava-me se me dissessem que vou conseguir alcançar todos os meus objectivos. alegrava-me se não chorasse por coisas que, vendo bem, são estúpidas. mas essas coisas porque choro na altura não me parecem estúpidas; talvez consiga alcançar tudo o que quero se me esforçar para isso; e sei que vou ter de perder muitas pessoas, mais do que já perdi. é um ciclo, um ciclo estúpido e egoísta para os que cá ficam, mas enfim.. que se há-de fazer ? c'est la vie.

2 comentários:

sarah. disse...

Adorei o blog!
vou seguir*
Beijinhos!

c. disse...

obrigada (: eu dou uma olhadela no teu
beijinhos