09/09/2010

PEACE !

porquê ? por dinheiro, implicância. quem ? todos os que se importam mais com o que vêm do que com o que sentem. quando ? acaba quando decidirem olhar nos olhos e ver que são pessoas, iguais a eles mesmos.
alguma vez imaginaram acordar com o som de tiros na rua ? nem sequer conseguir adormecer com bombas a explodir alguns quilómetros á frente da nossa casa ? ver amigos, familiares, pessoas que amamos morrer por uma futilidade qualquer ? eu já. e nem consegui chegar ao fim dos meus pensamentos, era demasiado doloroso. crianças encostadas a uma parede, com uma arma apontada, a chorar e a pedir misericódia. grávidas mortas a tiro. famílias inteiras que ficam sem casa devido a uma explosão. milhares de soldados que morrerm por lutas que não são deles. crianças levadas para campos de trabalhos, feitas escravas, obrigadas a trabalhar. pergunto de novo. porquê ?
todos nós tivemos direito a uma infância. todos nós tivemos o nosso primeiro peluche. todos nós tivemos o nosso primeiro telemóvel. o nosso primeiro beijo. a nossa primeira mesada. e o que terão estas crianças ? a primeira vez que ouvem um tiro. a primeira vez que vêm alguem morrer. a primeira vez que a casa delas explode. mas acontece tudo isto, vezes e vezes sem conta. ja viram o que era, ter de fugir, andar escondidos toda a vida ? trabalhar desde os 4 anos até.. sabe-se lá quando ?! ter fome e não ter uma única migalha de pão para comer ? nunca nada destas coisas aconteceu a qualquer um de nós. e nós queixamo-nos por coisas insignificantes. Porque não temos um camisola nova, porque não temos aquele telemóvel que saiu á pouco tempo. Porque não temos aquele CD que tanto queríamos. E depois ? pergunto eu. Preferiam acordar a ouvir tiros, adormecer com bombas a explodir, ver pessoas que amam morrer ? Eu não. Não há nada que eu possa fazer por todas essas pessoas que morrem dessa maneira tão cruel. Não irá acontecer nada de bom no mundo por eu escrever este texto. Mas alivia-me. Saber que tenho compaixão. Que penso naqueles que tem menos que eu. Porque hoje acordei e fiquei deitada a cama, em silêncio.. e pensei «uau ! eu tenho.. imensa coisa. tudo. tudo o que posso querer, tudo o que alguma vez alguma daquelas crianças irá ter».. e de facto, é verdade. Todos temos muito mais do que aquelas crianças alguma vez podem imaginar. Mas mesmo sofrendo assim, ouvindo tiros do nascer ao pôr-do-sol, trabalhando árduamente todos os dias..estas crianças continuam a sorrir. Pensam que estão a ser castigadas por algo mau. Porém, são felizes..aquela, é a única realidade que conhecem. Certa de 6 crianças morrem a cada 30 segundos de doenças que eram facilmente curadas com uma injecção, mas não têm dinehiro. Por dia, mais de 1000 crianças morrem, devido á guerra. alguém podia ajudar. mas quem ? pergunto eu. Unicef, Onu, Cruz Vermelha..tantas organizações a tentar ajudar, mas não é fácil. Ninguém faz nada para acabar com isto. Ninguém ajuda estas organizações. O mundo está em crise, sim. Mas ajudar quem não tem casa, família, comida..não será um passo, por mais pequeno que seja, para um mundo melhor ? talvez seja. Mas há tantas pessoas no mundo a precisar de ajuda e os que têm mais dinheiro, usam-no para comprar mais carros ainda, casas maiores do que aquela que precisam. As pessoas estudam, não só para ficar mais cultos, mas para serem pessoas melhores. Tantas histórias de guerra ao longo dos anos e nada muda. A mentalidade das pessoas não muda. Quando vêm uma pessoa de cor, olham com desprezo.. como se ainda fosse um escravo. Essa altura já passou ! Agora, as pessoas negras, são isso mesmo ! pessoas. E não suporto quando pensam o contrário. Há negros bons e maus. Tal como os brancos ! A única diferença é a cor da pele ! Mas que interessa ? Dizem que vão acabar com a guerra. mas quando ? pergunto eu. Provavelmente nunca. Porque enquanto a cor da pele for mais importante que o brilho dos olhos, haverá guerra.

be curious. be friendly. be peaceful.

2 comentários:

мarília'мoiralinho disse...

OMG.. nem sei o que dizer, está lindo.
Amo, amo, amo!

Cristiana disse...

obrigada *.*