23/01/2012

"Nunca o comecem".. tarde demais

 « Never start it. Self harm is horrible, you become addicted to the pain and you dont know how to stop, you start breaking promises and hearts sometimes. Be prepared of lying, hiding and loneliness. Say goodbye to shorts and short sleeve tshirts and think before you do it because it will get bad. You always have to lie to someone about why do you have cuts around your wrist, people will talk about you if they find out, they will judge you. trust me self harming is the best thing to do when you need to cope with something. you might feel alone, like no one understands you because you dont know anyone else who self harms. You could accidentally cut to deep, get stitches or end up in the hospital because you’ve lost a lot of blood. Imagine your parents, they wont be proud of their little boy/girl anymore, they will think what have they done wrong. You self harming could affect lots and lots of people. Once you’ve started you won’t be able to keep it a secret for ever. »

17 comentários:

inês geraldes disse...

Apesar de nunca o ter feito, consigo compreender que seja mais fácil assim. Mas não pode ser, eu sei que sabes isto. Não vale a pena estar para aqui a falar, tu tens a noção do que digo.
À parte disso, sei bem o que é ser julgada. Fiquei bastante insegura à custa disso, e talvez seja por isso que agora na maior parte do que escrevo digo que não acredito nas pessoas que são simpáticas comigo. Foram coisas que ninguém soube, ninguém viu, limitavam-se a ir na onda e julgar as pessoas só porque era bonito e todos faziam, sem sequer perder uns momentos a tentar entender a pessoa do outro lado. Mas como tudo, passou. E agora já (tento) não quero saber do que os outros dizem, mas é bastante complicado.
Um beijinho, sei que vais ultrapassar isto :)

SofiaSilva. disse...

"Once you’ve started you won’t be able to keep it a secret for ever." nem mais! LOVE YOU BFFFFFFFF

c. disse...

«Be prepared of lying, hiding and loneliness.» concordo.. well, stay strong. <3

Sara'C disse...

percebo bem como é sentir que só os cortes nos podem ajudar. mas, também sei que lá no fundo tu sabes que isso de nos aliviar-mos desta forma, é errado.

Estefanía J. disse...

Totally agree with your words dear!!!

If you like my blog and you feel like drinking a sip of ABSOstyle, we could followed each other by GFC or wherever you prefer… :)

KISSES!
Estefanía J. ABSOstyle

Sara'C disse...

acredita que sei o que sentes. isso torna-se um vicio, acabas por precisar disso para aliviar todas as magoas. mas acredita, existe uma pessoa que pode ajudar-te a deixar isso. uma psicologa. ela ouve os teus problemas e ajuda-te. procura uma, nem que seja a da escola.
pq acredita que os cortes podem tornar-se algo muito grave.

Ana Margarida disse...

Todos nós temos falhas, não é? Talvez este seja o meu momento.. E em relação a este texto, tu já sabes que não te vou julgar, porque sei que existe um motivo para o teres feito. Vais ultrapassar tudo isto, leve o tempo que levar * "Estarei sempre aqui, independentemente do que acontecer." Love you

Ana Margarida disse...

Queres saber um bom agradecimento para mim? É estares bem :)

Ana Margarida disse...

Claro que sim :)

inês geraldes disse...

Muita força princesa, eu sei que consegues! De nada :')

Sara'C disse...

de nada meu amor, estou aqui para o que precisares. se bem o quão é dificil passar por isso..

c. disse...

ninguém te pode pedir mais do que isso, sabias princesa? só que tentes, porque um dia consegues ♥

m. disse...

Consigo compreender-te apesar de nunca me ter cortado, mas tu és inteligente e consegues ver limites. Será que só vais parar com isso quando te magoares a sério? Não achas que vais longe de mais?
Eu não te julgo, não se trata de julgar Cris, trata-se de bom senso, queres que te apoie quando fazes isso? Não posso, desculpa. Desculpa se sou tua amiga e quero o melhor para ti.
Eu não sou só de apoiar tudo o que escreves ou dizes, não. Para mim, são os amigos que abrem os olhos, e dizem o mal onde ele está.
Será que tu tens mesmo de fazer isto?
Quando tiveres filhos, pensa o que farias se eles fizessem o mesmo que tu fazes, pensa na dor que irias sentir, e pensa como os irias ajudar.
Ao longo da tua vida, haverá sempre gente, os que te querem bem, jamais poderão permitir que te faças isto. Ok! Nós podemos alertar-te e ajudar-te em tudo o que quizeres, mas não podemos fazer com que não o faças. A decisão é tua de cada vez que fazes isto, mas pensa, que se algum dia acontecer algo de mau, as consequências não irão somente para ti.
A culpa não é tua quando o mundo te desaba em cima. És uma óptima miúda, e tu, és a única que te queres mal.
Pensa nisto.
Beijo, lyou*

m. disse...

Eu também já passei por uma coisa parecida onde "ninguém entendia", até perceber que ninguém precisa de entender para além de nós. nós percebemos o que fazemos e não precisamos que mais ninguém entenda, porque na altura é o que nos faz sentir bem, não é?
foi até perceber que o que eu fazia não levava a nada se não há minha própria destruição.
sabes o que aprendi? as pessoas não precisam de passar pelo mesmo nem de nos entender para nos ajudar. quem está está, e mesmo que seja difícil compreender, estará sempre.
mais uma coisa que aprendi é que só nós nos conseguimos tirar do fundo do poço, as pessoas ajudam, mas não podem subir por nós.
ultrapassa-te. ultrapassa os limites de ti própria. sinceramente, acho que consegues. acho que és bem melhor que isso. e acho que só consegues se fizer por isso.
querer não chega, por vezes, tentar também não chega. persistência é a chave. persiste e verá que consegues resistir a tudo isso e muito mais. não te limites a querêlo: faz por isso.
falar é fácil nao é? mas eu já passei por isso, e sei que quando ultrapassares isso completamente, sentirás que ninguém mais te poderá deitar a baixo. nem o teu subconsciente. lyou

Patricia Laranjeira disse...

adorei o blog, está lindo!
estou a seguir :)

Patricia Laranjeira disse...

obrigada, entao também te vou seguir no tumblr :)

andreia disse...

já somos duas então $: