18/01/2012

Há certas coisas que não entendo

Andamos a sofrer por um rapaz estúpido que não nos dá valor e toda a gente anda muito preocupadinha, mas quando se resolve isso, esquecem-se de que temos outros problemas. Mais sérios, mais.. a sério.
Não sei ao certo dizer o que estou a sentir, mas ter de agir como uma adulta e ser adolescente ao mesmo tempo, não funciona. Não comigo. Há certas coisas que eu acho que passam os meus limites como filha. Nunca pensei que nós alguma vez passaríamos por isto. Falam da crise e que as pessoas têm de se unir, mas acontece exactamente o contrário. Não é uma fase, estou farta que as poucas pessoas (quase nenhumas) com quem falo sobre isto me digam que é. Porque esta fase dura há anos, mas nunca ninguém se apercebeu porque eu fui sempre a rapariga a sofrer por um parvalhão qualquer. Nunca ninguém pensou que teria outros problemas para além disso. É isso que mais me frustra. Tive amigos que me apoiaram com os 'problemas amorosos' e agora não vejo nenhum comigo. É triste não é? Eu sei. Mas mais triste é ver a minha mãe chorar porque está desesperada e o meu pai ter um trabalho que é uma autêntica anedota, enquanto que eu escondo tudo da minha irmã, privo-me de mil coisas que muitos amigos meus fazem, só para ajudar a minha mãe. Isso sim é triste. O meu pai nos tempos que correm, não querer saber de nós para nada. E não digam que não é verdade, ou que é uma fase, porque se realmente fosse isso tudo, ele não tinha ido sentar-se a ver futebol.

9 comentários:

Paula Castro disse...

o meu problema e mesmo ser orgulhosa :)
acho que nos tempos que correm problemas amorosos e o minimo especialmente (pelo menos) na minha idade , que certamente nao passam namoros de escola!

Renata disse...

Copiam os textos sem autorização, sem por autor nem nada do genero. Aconteceu-me uma vez no blog e agora vejo que andam tambem pelas redes sociais como se fossem essas proprias pessoas a fazerem. Por um lado é bom divulgar, mas se estivesse identificado!

Renata disse...

Não, avisei as pessoas e elas retiraram ou então colocaram novamente entre aspas e com o autor

Paula Castro disse...

mesmo.
o mais certo ate e no futuro nos rirmos destas "paixonetas" que e mesmo assim!

Paula Castro disse...

mesmo :$

Inês Geraldes disse...

Obrigada :)

inês geraldes disse...

Temos sempre algumas pessoas ao nosso lado quando são problemas que todos entendem, mas quando passam a ser outros que só nós entendemos, ficamos completamente sozinhos. Mas olha, tens-me aqui <3

m. disse...

ohhhh amor, eu estou sempre contigo. <3

Renata disse...

Eu não sabia por, mas uma amiga pos-me e agora ja tenho!