20/12/2011


Tentei encontrar as palavras certas, mas não consegui achá-las no meio do meu extenso dicionário. Procurei bem dentro de mim os sentimentos que precisava transpor, as emoções que tinha de deitar cá para fora, mas todos se esconderam, com medo. Menos dois. Dois sentimentos, duas emoções que, para mim, andam sempre de mão dada. E que me fazem desesperar com coisas bobas, com coisas que sinceramente não interessam. Sempre tive o dom de me irritar facilmente, ainda para mais, quando sinto que o meu lugar está em causa. A minha relação comigo mesma, com o meu corpo, nunca foi a melhor. Já me criticaram bastante, pessoas que me deviam dar aquele apoio incondicional; já ouvi coisas que ninguém merece ouvir; mas na altura encarava isso com um sorriso. Mal essas pessoas sabem que por trás eu chorava. E é por isso que hoje não tenho confiança em mim, não tenho. E quando aparece uma rapariga bonita e magra no meu caminho, imediatamente recuo. Mas não agora. Senti o meu lugar a tremer. Já uma vez me deixaram do nada, apesar de dizerem que me amavam, não quero que isso volte a acontecer e foi por isso que entrei logo ao ataque. Desculpa lá se não gosto de te partilhar, desculpa se te quero só para mim. Mas é que isto de o amor e o ciúme andarem de mãos dadas, dá comigo em maluca. Oh, e já agora, nunca te esqueças que te amo.

29 comentários:

Maria Inês disse...

É tão bom quando sentimos isso, pois é doce? Felicidades :D

beatrizpereira disse...

fico tão feliz por ti, já merecias isto à muito tempo, felicidades pela milésima vez, ly ♥

Maria Inês disse...

Precisas de falar querida?

beatrizpereira disse...

então amor? :s

Inês Geraldes disse...

Mesmo! Saíste? Foste onde?
Já agora, que é este texto? :o

beatrizpereira disse...

tens de me contar isso melhor :o
msn, sim ?

Inês Geraldes disse...

Hahah, nada mau!! Oh, mas vocês falaram depois?

Inês Geraldes disse...

Ohh, mas conta-me lá isso melhor... eles falaram ou assim? o:

ana rita disse...

fizeste bem querida, estes dias cansam

SofiaSilva. disse...

Vai ler o meu texto atrasada! E depois diz que não sou fofinha :c

Maria Inês disse...

A sério? Nem admitiu que errou? :s

mariana disse...

De nada*

Maria Inês disse...

E agora o que estás a pensar fazer querida?

Inês Geraldes disse...

Desculpa não estar a perceber muito bem... afinal ele estava só a provocar-te?

- paatý ॐ disse...

o amor e o ciume andas mesmo sempre de mãos dadas ahah
gostei do texto*, e eé normal (:

inêsf. disse...

não, não vou :)

Inês Geraldes disse...

E agora, como estão?

Maria Inês disse...

Isso é natural querida, espero que ultrapassem isto então :D

Inês Geraldes disse...

De nada, querida! Só quero que estejas bem! P.S.: Há uns tempos adicionei-te no facebook, mas não aceitaste s:

Inês Geraldes disse...

Já vi, querida! Obrigada!
Não tens mais novidades para além da mais importante? hehehe

Inês Geraldes disse...

Eu nem sei quando é que as minhas saem, mas estou pouco importada...

Bruno M. disse...

Adoro o blog, vou seguir :) *

Bruno M. disse...

Muito obrigado :)

Inês Geraldes disse...

Eu já sei mais ou menos como vão ser... talvez só as vá ver em Janeiro :))

Bruno M. disse...

De nada *
Kiss*

inêsf. disse...

adoro, adooooooooooooro, saber que gostam do meu cantinho *

inêsf. disse...

este mundo é uma família muito bonita *

chris disse...

ADOREI.
escreves mesmo bem *-*

Bárbara Cunha disse...

O texto está fantástico e sei bem como te sentias, adorei e o visual do blogue também, parabéns *-*