21/09/2011

quente no coração

"amor, continuo sem perceber a nossa história. continuam a haver muitos "senão" e "se" a ecoar na minha cabeça. queria entender para quê toda esta encenação, para quê o trabalho de mentir quando podias simplesmente ter dito toda a verdade e terias poupado toda a preocupação, todo o sofrimento e todas as lágrimas. não percebo porque querias tanto que eu acreditasse nessa tua mentira, porque é que ficaste parado enquanto a pouco e pouco eu ia ficando mais perto do precipício, não percebo porque ficaste a ver-me cair e não fizeste nada para me proteger da dor, não percebo porque é que a causaste. parecias ser tão verdadeiro, tão diferente de todos os outros, mas tornaste-te mais um fingidor injusto e egoísta. queria ter um momento para perceber tudo. porque apesar de tudo, eu continuo a querer-te comigo, continuo a pensar em ti, continuo a preocupar-me contigo mesmo que tu não o saibas. porque era " tão bom estar contigo assim , sinto um quente no coração q n sentia à bastante. é uma sensação óptima ", e eu, ingénua, acreditei em ti. porque te amava (e porque ainda te amo, quero a verdade, uma segunda oportunidade para seres verdadeiro mesmo que doa). a tudo isto só tenho uma pergunta e tenho o direito de saber a resposta: era verdade, amor ?"
um texto antigo que encontrei para aqui perdido.

10 comentários:

SofiaSilva. disse...

chama-lhe limpezas chama -.- eu cá não acho estúpido!

letícia* disse...

amei*

juca disse...

claro que sim, tens de acreditar que sim :l

inês disse...

adorei*

inêsf. disse...

obrigada princesa *

Ana Margarida disse...

Oh obrigada, fofinha :) tens me dado um grande apoio ♥

cris disse...

está lindo fofinha!

Ana Margarida disse...

És um doce e tens sido impecável comigo!

Ana Margarida disse...

P.S.- gostei imenso **

SofiaSilva. disse...

que querida :o mas as limpezas não fazem arranhões, lamento :c