24/06/2011

neste momento, odeio-te

hoje não ia escrever mais, mas depois do que aconteceu, tenho de desabafar
nunca mais me deixes; não faças isso ao meu pobre coração e ao meu sorriso que acabou de voltar.
sabes que tens tanto poder sobre mim e mesmo assim fazes destas coisas. não sei porquê ou se há explicação, acho que.. é de ti, da tua personalidade. mas consegues pôr-me um sorriso na cara tão depressa como o consegues transformar numa enorme tristeza. não gostei do que fizeste e já não foi a primeira vez. consegues imaginar como me senti? quando lá cheguei, olhei em redor e não estavas lá a sorrir para mim? neste momento só consigo pensar que ainda ontem não me querias deixar sair dos teus braços, que não me querias deixar partir.. e hoje? hoje deixaste-me sem sequer me teres dado a mão primeiro, sem me teres olhado nos olhos, ou simplesmente teres sorrido para mim. foste frio e estúpido. odeio-te (amo-te)

6 comentários:

Eliana disse...

gostei muito. *

angélica disse...

oh obrigado meu bem :)

Ana Margarida disse...

Gostei :)

angélica disse...

muito muito obrigado :)

Eliana disse...

obrigada, querida (: igualmente

silvia disse...

oh muito obrigada querida, a sério :$